ENDIVIDAMENTO EMPRESARIAL – Causas e Soluções

ENDIVIDAMENTO EMPRESARIAL – Causas e Soluções

O excesso de endividamento acontece quando uma empresa excede os limites de captação de recursos de terceiros.

Ah!, então quer dizer que captar recursos de terceiros é ruim para minha empresa?

Porém, existe um limite aceitável para esse capital vindo de terceiros e, caso ele seja ultrapassado, a empresa passa a ter excesso de endividamento e passa a correr um sério risco de insolvência! Existe, na literatura, um consenso de que se o capital de curto prazo for maior do que 70% do passivo total da empresa, ela pode correr sérios riscos de entrar em insolvência, já que suas obrigações de curto prazo são consideráveis.

E porque o excesso de endividamento é tão prejudicial? Porque é a doença que pode levar a sua empresa à falência! Mas fique tranquilo que aqui vão algumas causas e soluções para você.

Causas

  • Utilização de cheque especial acima da capacidade suportada: Cheque especial deve ser utilizado somente para casos emergenciais

  • Excesso de empréstimos de curto prazo: Ter acesso a vias facilitadas de contrair pequenos empréstimos junto a bancos, como “crédito de capital de giro pré-liberado” e outras nomenclaturas atraentes, pode levar ao inevitável: se endividar demais, sem ter a condição de pagar por isso. Dívidas onerosas de curto prazo costumam ter juros altíssimos e nada amistosos.

  • Antecipação de recebíveis sem estudo: recomendado esta prática, porém com a ressalva da verificação das taxas cobradas pelas instituições financeiras. Se esta prática gerar excesso de despesas financeiras sem a devida capacidade de caixa para quitá-las, teremos um imenso endividamento de curto prazo e uma tremenda dor de cabeça para o dono da empresa

  • Falta de garantias para aquisição de empréstimos de longo prazo: Os ativos imobilizados da empresa costumam ser as garantias para contrair empréstimos de longo prazo. Mas se esses ativos já estiverem financiados não teremos o que oferecer para a instituição financeira. Empresas prestadoras de serviço, que normalmente possuem poucos ou nenhum Imobilizado relevante, também sofrem desse problema.

 

Soluções

  • Integralização de capital dos sócios ou de investidores

  • Venda de imobilizado

  • Renegociação de dívidas

 

Conclusão, para evitar que essas quatro doenças aflinjam a saúde do seu negócio, é necessário ter uma boa gestão, pessoas altamente capacitadas e estar ligado nos seus indicadores, não fazer uma gestão por achismo.

Aproveite este conteúdo e não deixe que a sua empresa morra!

Leia também

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


1
Olá, eu sou o Bruno
Eu tenho Excelentes Oportunidades para Profissionais Liberais e Empresários. Vamos falar AGORA!
Powered by