Orçamento doméstico é primeiro passo para estabilidade financeira

Orçamento doméstico é primeiro passo para estabilidade financeira

Já falamos anteriormente sobre atitudes muito comuns que detonam suas finanças, agora apresentaremos uma que poderá lhe ajudar. Em épocas de crise, otimizar os ganhos e ter controle sobre os gastos é ainda mais importante. Uma simples gestão dos recursos da casa pode colocar as contas em dia e trazer a tão sonhada estabilidade financeira.

Na prática, muitas pessoas não sabem efetivamente quanto ganham – depois dos descontos no salário, como INSS e Imposto de Renda, por exemplo – ou gastam por mês. Por isso, montar o orçamento doméstico é o primeiro passo de uma estabilidade financeira que realmente altere o estilo de vida.

“Assim fica mais fácil tomar decisões, segurar o impulso pela compra e ainda nos ajuda a alcançar sonhos”, afirma Cíntia Senna, do Dsop, site de educação financeira.

A contabilidade doméstica deve seguir a receita de qualquer empresa, segundo especialistas: mensurar ganhos e despesas, estudar maneiras de otimizar custos e planejar objetivos, detalhando como conseguirá atingi-los.

Os planejadores financeiros ressaltam que a contabilidade mental é uma pegadinha, já que é praticamente impossível obter um controle dos gastos confiando apenas na memória. Cadernos, programas em computadores, como o excele, ou aplicativos no celular podem ajudar na tarefa.

“Coloque o valor que cai na sua conta-corrente por mês, o chamado ganho líquido. Se não souber, faça um levantamento e procure por uma média, que será sua base.”

O próximo passo é descobrir para onde o dinheiro vai. “Liste todos os gastos fixos, como escola, empregada, aluguel, condomínio. Reserve também 20% para os variáveis, como uma ida ao cinema ou uma necessidade não pensada anteriormente. Com isso, terá um relato aproximado de quanto gastará por mês”, diz Márcio Gabrielli, professor da FGV.

O empresário Fernando Bardusco, 24, começou a fazer um orçamento há um ano e meio, quando percebeu que gastava muito, sem saber como. “Isso me ajuda a mapear onde estou gastando mais e a analisar como posso economizar.” E vale ressaltar que, para ter êxito, isso deve ser feito todos os meses.

Leia também

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


1
Olá, eu sou o Bruno
Eu tenho Excelentes Oportunidades para Profissionais Liberais e Empresários. Vamos falar AGORA!
Powered by